WebAnalytics, seu marketing precisa disto

Entender para quê o público-alvo vai visitar um site, como ele irá resolver seus problemas, qual retorno o site traz para o relacionamento com clientes e qual a importância do site na aquisição de novos clientes; deveriam ser questões obrigatoriamente respondidas por gestores e proprietários de sites. Entretanto, na prática, a maioria sequer imagina a existência destas perguntas.

A mensuração da audiência de ações de marketing, comunicação e publicidade já é feita há décadas nas mídias tradicionais, ainda que baseadas em estimativas e sujeitas a margens de erros. Já na internet a obtenção de dados estatísticos surgiu primeiramente das necessidades técnicas de se monitorar o desempenho dos servidores de hospedagem. Com o passar do tempo, outros departamentos das empresas começaram a se interessar por estas informações e, para suprir esta demanda, foram desenvolvidas ferramentas que capturam dados do fluxo de cliques dos visitantes. Com isso, nasceu a disciplina de WebAnalytics, que nada mais é do que o nome dado ao monitoramento e reporte de uso e análise do comportamento dos visitantes em um site a partir dos dados estatísticos.

Em suma, WebAnalytics se trata de análise, o que se diferencia bastante de reporting, que é a simples coleta de dados. Dessa forma, estamos falando de uma disciplina que introduz a inteligência no processo ao reunir e cruzar dados diversos para obter informações a respeito de questões previamente estipuladas. Saber se o site está atraindo visitantes, se eles estão encontrando o que procuram, obter informações dos visitantes, entender as tendências de navegação e se os investimentos estão sendo bem aproveitados são apenas alguns dos conhecimentos que se pode obter ao aplicar a análise de dados sobre as estatísticas coletadas.

Como não se trata de uma atividade isolada e sim de um processo, subentende-se que para implantar WebAnalytics é necessário haver um planejamento que irá delimitar as metodologias de trabalho, estabelecer estratégias e objetivos, elencar indicadores de performance (KPI – Key Performance Indicators), selecionar os dados relevantes ao negócio para serem coletados, definir métricas de referência, integrar os dados de diversas campanhas e canais e orientar a análise final dos dados. Se o site foi bem planejado e estruturado de acordo com o público-alvo a ser impactado, aqui é onde tudo converge.

Por reunir conceitos relativamente complexos e multidisciplinares, não é tão simples a implantação de mensuração e análise das estatísticas de navegação num site. Daí vem a decisão de se montar uma equipe interna e comprar ferramentas caras para administrar as atividades de Marketing Digital ou contratar um profissional qualificado que irá auxiliar a implantação e execução na forma de consultoria. As possibilidades destes modelos são infinitas e devem ser bem avaliadas de acordo com o contexto de cada empresa.

Uma vez atingido um estágio de maturidade de WebAnalytics, o próximo passo é integrar os resultados obtidos com outros dados do negócio a fim de calcular precisamente o retorno sobre o investimento (ROI) obtido com as ações de Marketing Digital. Enquanto aquela estimativa de audiência das mídias tradicionais forneciam apenas algumas suposições, este processo todo fornece exatamente o custo de aquisição de cada cliente.

WebAnalytics, seu marketing precisa disto
Tagged on: