Customer Empowerment

No artigo anterior eu afirmei que o antigo público passivo e se tornou ativo graças à geração de conteúdo pela internet, fato que lhe conferiu um grande poder. Mas o que vem a ser este poder do usuário? Primeiramente é preciso esclarecer que algumas pessoas já desfrutavam de algum poder, ainda que limitado. Rádios independentes, jornais de circulação local, fanzines, etc eram veículos de mídia produzidas por pessoas comuns que conseguiam exercer seu poder de gerar e publicar conteúdo. As pessoas comuns também tinham algum nível bem elementar de poder, pois sempre puderam publicar conteúdo de forma amadora, virar as páginas, mudar a estação ou trocar de canal com o controle remoto. O que a internet fez foi elevar este poder a um patamar jamais imaginado de escolhas e de divulgação de conteúdos próprios.

Se há 30 anos o espectador da TV tinha 7 canais à disposição, hoje pode escolher entre centenas de canis da TV a Cabo ou entre os bilhões de sites na internet ou os milhares de aplicativos nos smartphones e tablets. Isso sem falar daqueles usuários que estão ocupados produzindo seu próprio conteúdo. Está bem óbvio que as possibilidades hoje são praticamente infinitas. É justamente essa transferência do poder de decisão sobre o que consumir que deu forças aos espectadores. Porque além de ter muito mais opções de escolhas, agora o usuário exige uma experiência de consumo muito mais rica do que antigamente.

Não estou falando apenas do consumo de produtos e serviços (que também se tornou mais exigente), mas do consumo de mídia mesmo. Veja um comparativo: o espectador de 20 anos atrás tinha pouquíssima variedade de programas em míseros 7 canais de TV e se dava por satisfeito com isso. Compare com o comportamento das crianças de hoje em dia, acostumadas a canais e plataformas com temática dedicada, programação on-demand e streaming em tempo real. Estas crianças jamais aceitariam aquela TV da década de 1980, pois já estão habituadas a um alto nível de experiência de consumo de mídia.

Essa mudança de postura dos usuários de mídias digitais acabou levando a um fenômeno interessante que afetou sensivelmente a forma como o Marketing, a publicidade e a comunicação são pensados.

 

Se interessou por este conceito? Conheça o Glossário de Marketing com muito mais definições.

Customer Empowerment