10 Erros em campanhas de Links Patrocinados

Muitas empresas, marcas e entidades já entenderam que ter grandes volumes de tráfego em seus sites não é garantia de bons resultados. É fundamental que o tráfego esteja gerando visitas qualificadas, ou seja, de potenciais compradores de seus produtos ou serviços. Um dos recursos mais eficazes para atrair tráfego qualificado para o site ainda são as campanhas de Links Patrocinados.

Com o intuito de popularizar o AdWords entre os mais diversos tipos de anunciantes, há alguns anos o Google insistiu bastante na abordagem de que o seu sistema de anúncios baseado em palavras chave era simples de utilizar. E no início era mesmo fácil e intuitivo. Porém a ferramenta cresceu muito, tornou-se complexa e passou a oferecer técnicas do mais avançadas. Com isso tudo, passou a ser necessário ter um conhecimento técnico elevado para operar o AdWords. Por outro lado, muitos pequenos empresários, empreendedores e gestores ainda tentam elaborar campanhas no conceito “do it yoursel”.

Por este motivo montei uma lista com os erros mais comuns que ocorrem em campanhas de Links Patrocinados.

1 Campanha Institucional
A não ser que você tenha muito dinheiro para investir, nunca faça campanhas institucionais. Será um desperdício de verba. Muitos anunciantes fazem campanhas desse tipo inspirando-se na comunicação de massa que veem na. TV, mas isso não funciona na web. Crie campanhas direcionadas a produtos e serviços específicos. Quanto menor for a sua verba, utilize uma quantidade menor de produtos selecionados.

2 Campanha sem segmentação
Outro erro comum ao se inspirar nas publicidades da TV é criar campanhas genéricas. Procure entender com o máximo de precisão quem é o público de cada linha de seus produtos ou serviços e crie campanhas segmentadas para encontrar estes públicos nos diferentes locais onde podem estar navegando.

3 Não aparecer no Google Meu Negócio
O Google está sempre testando formas de orçar o uso de seus produtos e serviços. Alguns são artificiais e outros até que são úteis. O Google Meu Negócio é útil porque consolida informações sobre o seu estabelecimento ou escritório e exibe com destaque na página de resultados de buscas.

4 Não usar extensões de anúncios
A plataforma AdWords possui uma série de extensões, que nada mais são do que recursos para turbinar a sua campanha. O objetivo das extensões é tornar os anúncios mais relevantes para os interessados além de proporcionar melhores experiências aos visitantes que estão pesquisando. Por fim as extensões de anúncios passaram a ter impacto no Índice de Qualidade do Anúncio, portanto use melhor as extensões!

5 Não separar Grupos de Anúncios
O Google recomenda dividir as campanhas conforme a estrutura do site e as categorias de produtos e serviços. Siga à risca essa recomendação para que os anúncios sejam mais relevantes aos termos pesquisados e entreguem anúncios mais assertivos.

6 Não ter Landing Page
Se você tem uma campanha que direciona o visitante para a página inicial do site, não importa qual é a sua verba, você está jogando dinheiro fora. Se o visitante clica em um anúncio e não cai diretamente na página do produto anunciado, ele fatalmente irá sair do site e procurar pelo próximo anúncio. Por isso é imprescindível ter uma Landing Page para cada item anunciado.

7 Link para Facebook
Da mesma forma que direcionar o visitante para a home do site, mandá-lo para uma página de Facebook  é igualmente inútil. Muitas empresas acabam lançando mão deste artifício por não terem um site, mas isso não justifica. Existem muitas ferramentas gratuitas para se criar sites atualmente.

8 Não ter conteúdo de topo de funil
Links Patrocinados são uma das principais ações digitais para topo de funil. Sendo assim é imprescindível que a Landing Page da campanha tenha um conteúdo também de topo de funil. Essa simples questão estratégica certamente irá garantir resultados melhores.

9 Não ter meta de conversão
Uma campanha que não está sendo monitorada pode ser um grande problema. Muitos administradores de Links Patrocinados olham apenas para as métricas mais básicas e concluem que a campanha está indo bem, mas podem estar ocorrendo algumas miopias. É imprescindível ter metas precisas de modo a saber se a campanha está sendo rentável ou se a empresa está “pagando para vender”.

10 Não otimizar campanha
O ambiente de buscas está m constante mudança por diversos motivos, tanto internos quanto externos à campanha. Dessa forma é necessário fazer reotimizações periódicas para que a campanha vá içando cada vez mais competitiva. Obter maiores CTR e melhorar o IQ devem ser premissas obrigatórias de qualquer campanha.

Estes são os erros mais básicos que tenho visto por ai, mas existem outros tão graves quanto estes. É muito importante acompanhar as atualizações do algoritmo do Google e obter a certificações do Partner, poi isso te obriga a estar sempre atualizado.

10 Erros em campanhas de Links Patrocinados